quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Culturas de Outubro


Hortaliças -  Acelgas, agriões, aipo, alfaces de inverno, alho francês, beterraba para salada , cebolas, cebolinho, cenoura, chicórias,couve-bróculo violeta, couve-flor, couve de folhas, couve lombarda, couve de repolhos, couves tronchudas, ervilhas, espinafres, favas, rabanetes e rábanos. Plantam-se morangos e árvores de fruto.
Aromáticas - Borragem, coentros, manjerona, pimpinela, salsa e segurelha.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Calendário Lunar para a Agricultura

Uma grande questão dos horticultores é: Qual a melhor Lua para semear esta ou aquela espécie, nomeadamente os Coentros, quem nunca teve a frustação de quando os coentros estão no seu pico de beleza de um dia para ou outro espigam todos, o mesmo se passa com as alfaces, quando ficam quase comestiveis começam a espigar.
Ao fim de umas pesquisas arranjei este Calendário Lunar para a Agricultura, não sei se é verdadeira mas dizem que foi o fruto de uma pesquisa de 30 anos.
Pessoalmente vou experimentar para ver se dá resultado. Boas plantações.

Cebola de Setubal

Descrição: Planta herbácea, monocotiledónea, bienal, com sistema radicular fasciculado, ramificado e superficial. O caule da cebola é um disco, muito curto e situa-se na base do bolbo. O bolbo é tunicado e composto pelo caule e pelas bainhas carnudas das folhas. As folhas de Cebola são compostas por bainha e limbo e são de forma cilíndrica. As flores estão dispostas numa inflorescência em forma de umbela esférica. O fruto da Cebola é uma cápsula com 1 a 2 sementes de cor preta e de textura rugosa.
Existem vários cultivares que podem ser classificados em relação ao fotoperíodo, época de cultivo, aptidão para conservação, aptidão para indústria, forma do bolbo, sabor e cor do bolbo.
Sementeira/Transplantação: Em geral, as sementes de Cebolas semeiam-se de preferência em alfobre (de onde se transplantam mais tarde para local definitivo) desde o final do Verão ao início da Primavera. Em Portugal e todo o Hemisfério Norte nos meses de Setembro, Outubro, Novembro, Dezembro, Janeiro, Fevereiro e Março. Podem também ser semeadas por sementeira directa. A transplantação pode ser em raíz nua ou raíz protegida, podendo ainda ser plantadas através de bolbos de pequeno calibre (sets). Os alfobres devem ter lugar em locais abrigados com exposição Nascente, Sul e em terrenos leves bem trabalhados. Esta cultura prefere climas temperados, com exposições soalheiras abrigadas dos ventos e temperaturas baixas, certa humidade nas primeiras fases de desenvolvimento, mas temperaturas elevadas e pouca humidade durante a maturação do bolbo.

Alho Porro ( Alho Françês )

Descrição: Planta herbácea, bienal, cultivada como anual. As folhas e o sistema radicular têm origem no caule que é um disco basal. As folhas têm um limbo plano, inserção alterna, com nervura central bem marcada, são produzidas no disco e possuem cerca de 40 a 70 cm de altura. A bainha das folhas forma um fuste ou pseudocaule, de estrutura cilíndrica. O escapo floral é cilindríco, com cerca de 1 m de altura. A inflorescência do Alho Porro é uma umbela constituída por flores com uma corola campanulada de cor rosa ou esbranquiçada.
Sementeira: Os Alhos Porro semeiam-se de preferência em alfobre desde o final do Inverno a meados da Primavera.
Crescimento: Médio.
Transplantação: Quando oportuno ou quando a planta possui entre 15 a 20 cm de altura, normalmente cerca de 2 meses após a sementeira. Compasso de 10x50 cm.
Solos: Profundos, frescos, ricos em matéria orgânica, bem drenados.
Temperatura: Prefere climas amenos, temperados e húmidos. Temperaturas óptimas entre os 13 Cº a 24 Cº.
Resistência: Alguma tolerância á geada.

Nabo Bola de Neve

Descrição: O Nabo é uma planta herbácea, bienal cultivada como anual, com sistema radicular aprumado, carnudo, que pode assumir diversas formas consoante as cultivares, podendo a raiz, ter coloração uniforme ou bicolor, sendo o branco e o roxo as cores mais vulgares. As folhas dos Nabos são de cor verde médio a escuro, rugosas, ásperas, pubescentes e dispostas em roseta durante a fase vegetativa do ciclo. As flores são amarelas, agrupadas numa haste floral. A espécie possui polinização alogâmica. O fruto dos nabos é uma síliqua. O ciclo cultural tem a duração de cerca de 40 a 60 dias na Primavera e Verão e 90 a 100 dias no Inverno.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Fim de Semana Grande na Horta

É verdade amanhã na Capital do Choco Frrrrito ( Setúbal ) é dia Feriado, o Feriado da Cidade, com uma ponte na sexta e voilá 4 dias de mini férias. Vou aproveitar e dedicar um deles á horta que ultimamente tem estado em auto gestão. Ontem dei um olhinho rápido pelas culturas e existem umas quantas que estão a precisar da minha atenção. O feijão verde está a precisar de ser sachado e envarado, as Couves de Bruxelas estão a precisar de sair dos Alforbes e ir para local definitivo, tenho ainda Agriões para semear e pronto posso dizer ainda que tenho lá uma enxada para tirar a ferrugem, visto o orçamento para uma Moto-Enxada ainda não ter aparecido :) . Mas pronto junta-se o util ao agradavél e pratica-se desporto (cavar) ao mesmo tempo que se produz alimentação saudavél.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Culturas de Setembro


Hortaliças -  Acelgas, agriões, aipo, alfaces de inverno, alho francês, azedas, beldroegas, beterraba para salada , cebolas,  cenoura, chicórias,couve-bróculo violeta, couve de Bruxelas, couve galega, couve lombarda, couve de repolhos, couves tronchudas, ervilhas, espinafres, feijões, nabos, rabanetes e rábanos.

Aromáticas - Borragem, cerefólio, coentros, manjerona, mostarda, pimpinela, salsa e segurelha.